Sobre

ATIVIDADES
As principais atividades da UBV&G consistem em representar as empresas associadas em favor dos interesses do setor de entretenimento, em especial no que se refere à:

CONTATOS COM AUTORIDADES GOVERNAMENTAIS para controle e elaboração de políticas direcionadas aos setores;
CUMPRIMENTO DAS LEIS NACIONAIS E INTERNACIONAIS para proteção de direitos autorais;
DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMAS PARA INCENTIVO e manutenção do mercado de entretenimento;
COMBATE À PIRATARIA de produtos interativos e audiovisuais no Brasil.

PRINCIPAIS AÇÕES DA UBV&G
Atividades Específicas contra a pirataria:

ELABOROU DOIS PLANOS DE INCENTIVO ao mercado – Vídeo Legal e UBV é Mais – que premiavam as locadoras que trabalhassem apenas com cópias originais. Os dois programas duraram em torno de 08 (oito) anos.

2014 – Redução do Imposto sobre margem do valor agregado IVA/MVA no estado de SP
2013/2014 – Participação na Maior Feira de Jogos Eletrônicos da América Latina, a BGS, como representante do mercado de games.
2010/2011 – Lançada em Dez/10 Campanha de Conscientização e Combate à pirataria, intitulada “Brasil Original – Compre essa Atitude”, em parceria e apoio ao CNCP – Conselho Nacional de Combate a Pirataria(MJ) e Ancine – Agência Nacional de Cinema.
2009 Re-lançamento do Vídeo Legal com novas regras e benefícios para as locadoras que trabalham estritamente com produtos legais.
2007 foi marcado pelo desenvolvimento de duas grandes campanhas de TV e cinema, que contava com cinco filmes, sendo um institucional estrelado pelo ator José Wilker, que convidava as pessoas a ir às locadoras, e outros quatro filmes específicos de total alerta contra a pirataria e conscientização do consumidor.
2006 contratou o Instituto Datafolha para fazer duas pesquisas sobre os hábitos dos consumidores de DVD’s.

HISTÓRICO UBV&G

A UBV&G – A UBV&G é a associação de empresas, referência nos setores de entretenimento audiovisual e interativo, unindo diversão e cultura, para gerar valor às novas ideias e iniciativas. Fundada em 1983 como UBV – União Brasileira de Vídeo, organização não governamental sem fins lucrativos, que representava a indústria de distribuidores e replicadores de vídeo, em 2014 passou a representar também games, constituído pelas publishers e distribuidoras oficiais, além de já dividirem, em ambos os segmentos, as mesmas fábricas de replicação. Com isso, a associação soma atualmente 11 empresas, constituídas por 18 selos.

ESTATUTO UBV&G

Os objetivos estatutários da União Brasileira de Vídeo e Games determinam que:

A ORGANIZAÇÃO FAÇA A COORDENAÇÃO e defesa dos legítimos interesses do segmento de vídeo doméstico e games, categoria ou grupo de pessoas e entidades membro, bem como os gerais ou coletivos de suas associadas;

MANTER CONTATO DIRETO com os poderes públicos, nas esferas executivas, legislativas e judiciárias federais, estaduais e municipais; bem como com quaisquer entidades profissionais, civis e comerciais, privadas ou não, visando soluções e melhorias de interesses comuns;

REPRESENTAR SUAS ASSOCIADAS, em juízo ou fora dele, na defesa e no trato de assuntos de interesse coletivo ou individual homogêneo, especialmente perante a Agencia Nacional do Cinema ANCINE, Secretaria do Audiovisual, Ministério da Cultura e demais órgãos governamentais, comissões provisórias ou permanentes da administração direta ou indireta, casas legislativas federais, estaduais e municipais;

DEDICAR OS SEUS MELHORES ESFORÇOS no sentido de aprimorar e fazer cumprir a legislação referente a reprodução e comercialização de obras audiovisuais, em todos os seus aspectos, inclusive combatendo todas as formas não autorizadas de reprodução e distribuição de obras audiovisuais.

CONSELHO DELIBERATIVO:
Exercício 2014 à 2017

Fabio Vianna (Rimo Entertainment)

Glauco Bueno  (Ecogames)

Jefferson Pugsley – Conselheiro e Presidente do Conselho (Fox – Sony)

Jim Ploen (Warner)

CONSELHO FISCAL:

Celso Burdelis (Warner)

Wanderley Caldana (Cinecolor-Disney)

DIREÇÃO EXECUTIVA:

Tânia Lima – desde Maio/2007